Novidades

Projeto Hortaliças nas Escolas incentiva alimentação saudável em Criciúma
Projeto Hortaliças nas Escolas incentiva alimentação saudável em Criciúma

A Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, iniciou nesta terça-feira (29), no Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM) Eng. Jorge Frydberg, o projeto Hortaliças nas Escolas. A iniciativa visa incentivar e conscientizar os alunos a ter uma alimentação mais saudável, consumindo produtos originários da terra e sem elementos químicos. As mudas de hortaliças serão plantadas em todas as escolas interessadas da rede municipal de ensino de Criciúma.
Para o prefeito interino de Criciúma, Ricardo Fabris, é importante estimular a alimentação saudável desde a infância. “A ideia do projeto é fazer com que nossas crianças se alimentem melhor. Os produtos plantados nas escolas são totalmente orgânicos e serão cultivados da mesma forma. Os alunos serão responsáveis pela manutenção dos alimentos, e acreditamos que vão gostar de consumir as hortaliças que eles mesmo produziram. O objetivo é que levem o gosto pelos alimentos saudáveis para dentro de suas casas”, ressalta.
Conforme o diretor de Educação Ambiental, Unidades de Conservação e Arborização da Famcri, Christophe Maximiano de Lima, os alunos são supervisionados por professores e recebem o auxílio de profissionais da Famcri. “Queremos que as crianças tenham prazer em comer esses alimentos. Foi plantado mudas de repolho, cenoura, rúcula, pepino, alface, entre outras verduras e legumes”, relata. “Recebemos a doação de aproximadamente 100 mil sementes. Produzimos oito mil mudas, que é a capacidade que nossas bandejas suportam, mas à medida que vamos levando as mudas para as hortas, vamos semeando mais hortaliças”, explica Lima. As mudas estão sendo produzidas no Horto Florestal Antônio José Tolé Guglielmi.
De acordo com a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato, o plantio será realizado em etapas. “Até agora, 11 escolas se prontificaram a receber o projeto. Vamos implementar aos poucos, buscando alcançar as 72 escolas da rede municipal. Pretendemos finalizar as instalações até o fim do próximo ano”, revela.
Confira as demais escolas contempladas pela iniciativa:
EMEF Adolfo Back
EMEIEF Antonio Manggilli
EMEIEF Antonio Minotto
EMEIEF Benevenuto Guidi
CEIM Mario Pizzeti
EMEF Érico Nonnenmacher
EMEF Honório Dal Toé
EMEIEF Judite Duarte de Oliveira
EMEIEF Profª Lili Coelho
EMEIEF Santa Rita de Cássia

voltar