Notícias

Famcri apresenta projetos ambientais a escolas de Criciúma
Famcri apresenta projetos ambientais a escolas de Criciúma

Instituições de ensino têm a oportunidade de conhecer e escolher o projeto que melhor se encaixa na realidade de cada escola, promovendo o meio ambiente

A Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri) recebeu nesta sexta-feira (8) representantes de escolas do município para a apresentação de projetos, concursos e eventos que serão desenvolvidos ao longo do ano. Os professores tiveram a oportunidade de conhecer e requisitar o projeto que gostariam de aplicar em cada escola.

“Ano passado tivemos participação da Famcri em vários projetos, isso faz com que os alunos entendam na prática a importância do meio ambiente. Isso porque, além das palestras em sala de aula, os alunos podem ter a experiência de fazer trilhas e plantio, o que sempre deixa todos muito animados e abertos para aprender aprendendo mais rápido”, conta a orientadora pedagógica do ensino fundamental do Colégio Marista, Tatiana Schaucoski.

Além da apresentação dos projetos que serão desenvolvidos pela equipe de Educação Ambiental da fundação, os representantes tiveram a oportunidade de conhecer o projeto Plant-for-the-Planet (Plante para o planeta em uma tradução livre), com reconhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU) que procurou o órgão para que pudesse desenvolver o projeto na cidade.

“O Plant-for-the-Planet começou na Alemanha em 2007, com uma criança de 9 anos de idade, que observava os adultos e notou que eles não estavam preocupados em mudar a situação ambiental do planeta. O objetivo inicial do projeto era plantar 1 milhão de árvores. Depois de alcançar o objetivo, o projeto aumentou e se espalhou pelo mundo todo. E juntamente com a Famcri, queremos implantar esse projeto aqui na cidade”, diz o coordenador de Projetos da Plant-for-the-Planet na região de Araranguá, Lutz Michaelis.

Outro projeto apresentado é desenvolvido pela empresa Bio Óleo, com palestras nas escolas sobre o descarte correto de óleo de cozinha, ensinando aos alunos os riscos que o material pode acarretar se descartado de forma incorreta. Com isso, os estudantes acabam disseminando os ensinamentos de sala de aula para os familiares e amigos, incentivando o recolhimento desse material e disponibilizando nas escolas pontos de coleta. Na palestra os alunos têm a oportunidade de aprender na prática sobre a reutilização do óleo confeccionando seu próprio sabão.

De acordo a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato, além da apresentação os projetos também estão disponíveis no site da Famcri. “Anteriormente as escolas acabavam não sabendo do projeto que estava sendo desenvolvido e, por isso, acabavam não participando de algo que seria de grande interesse para os alunos. Agora todos têm acesso e podem escolher o que melhor se encaixa na realidade de cada escola”, explica.

As escolas que tiverem interesse em participar dos projetos desenvolvidos pela Famcri devem entrar em contato pelo telefone 3445-8811 ou pelo e-mail dptoeaucafamcri@gmail.com. A fundação atende de segunda a sexta-feira das 8h às 17h.

voltar