Notícias

Etapa regional da Conferência do Meio Ambiente elege 5 escolas
Etapa regional da Conferência do Meio Ambiente elege 5 escolas

27 escolas participaram da etapa regional e cinco conquistaram classificação para a próxima etapa

A água é um elemento essencial para a sobrevivência de animais e vegetais. Foi pensando nisso que a Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri) participou, nesta quinta-feira (19), da 5ª Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA), promovida pelos Ministérios da Educação e Meio Ambiente. O evento foi realizado no auditório Jayme Antônio Zanatta, na Associação Empresarial de Criciúma (ACIC).

Participaram da etapa regional 27 escolas da rede municipal, estadual e privada de ensino da região, sendo cinco ganhadoras. Os estudantes participantes tinham entre 11 e 14 anos e eram das turmas do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. “Foram ministradas algumas palestras requisitadas pelas escolas e percebemos que os alunos estavam bastante animados com a conferência. Eles entenderam a importância da água e estavam empenhados em seus projetos”, comentou a presidente da Famcri, Anequésselen Bitencourt Fortunato.

Os estudantes assistiram à apresentação da Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental (EMEIEF) Padre Ludovico Coccolo, com a aluna Natiely Maris Ferreira dos Santos. Natiely apresentou uma palestra sobre a água, a partir de um projeto desenvolvido em sala de aula, na disciplina de Geografia. “Esse trabalho foi muito importante para mim, aconteceu há dois anos, mas eu consigo lembrar de tudo que fizemos e da importância que trouxe à nossa escola”, falou Natiely.

De acordo com a gerente regional de Educação, Jucilene Fernandes, a conferência ocorre de dois em dois anos. “O tema deste ano foi baseado na água, esse bem tão essencial para a nossa vida. Nós tentamos despertar nos estudantes a importância da água e incentivar o cuidado e a preservação”, contou Jucilene.

As escolas classificadas para a etapa regional foram a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), e as Escolas de Educação Básica (EEB) Udo Deeke, Joaquim Ramos, Aloysius Back, e Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina (Satc). Os alunos ganhadores foram classificados para a etapa estadual que será realizada em Laguna em 9 de maio. “Estamos animados em representar a região. Um planeta sem qualidade de água é um planeta sem qualidade de vida”, lembrou o estudante da Satc Pedro Lucas Medeiros Marcelino.

A conferência contou com aproximadamente 300 pessoas, bem como a presença da secretária municipal de Educação, Roseli de Lucca, a Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), a Fundação do Meio Ambiente de Siderópolis (FAMSID) entre outras autoridades e entidades.

voltar